Escolha uma Página

Em vez de ler, que tal assistir ao vídeo?

Se você quer simplificar a análise do nível de serviço, conheça o Active OnSupply →

 

Se você é gestor de logística, transporte ou supply chain e se preocupa em cumprir os prazos, cumprir suas metas, e atingir a satisfação dos clientes para alcançar melhores resultados e se destacar na empresa, com certeza você precisa dar atenção ao nível de serviço logístico.

Você saberia me dizer agora se as suas transportadoras estão atingindo o nível de serviço mínimo que sua empresa precisa?Ou, antes disso, a sua empresa tem critérios definidos para avaliar o que é ou não um bom nível de serviço?

Hoje, vou explicar porque você precisa dar atenção ao nível de serviço dos seus fornecedores, por onde começar e, no final, vou te mostrar a forma mais rápida e segura de fazer essa análise.

 

O que é nível de serviço logístico? 

O nível de serviço logístico está ligado à qualidade e ao desempenho dos seus fornecedores. Ou seja, o quanto cada um dos seus transportadores está sendo eficiente e cumprindo os critérios de qualidade estabelecidos pela sua empresa. Essa análise é um ponto crucial para fazer uma boa gestão das transportadoras.

Então, analisando o nível de serviço você consegue verificar quais transportadoras estão atendendo com excelência, quais estão fazendo um serviço mediano e quais estão deixando a desejar.

 

Como medir o nível de serviço através de indicadores de desempenho

É fato que transportador bom é aquele que garante a entrega, cumpre os prazos e passa informações sobre o andamento das entregas diariamente. Mas, para ter os melhores resultados dos transportadores, é preciso cobrar as melhorias com embasamento. Ou seja, com base em números e percentuais reais.

Por isso, os indicadores de desempenho logístico são valiosas ferramentas para analisar o nível de serviço dos seus transportadores.

Os indicadores de performance, indicadores de desempenho ou KPIs são métricas usadas para medir e acompanhar os resultados dos pontos mais importantes da sua operação. 

Muitas vezes, é necessário cruzar informações de vários indicadores para chegar a uma conclusão e tomar as melhores decisões.

Por exemplo, alguns critérios que podem ser usados para medir o nível de serviço dos seus fornecedores são:

  • Percentual de entregas realizadas no prazo;
  • Percentual de entregas perfeitas (OTIF) (ou seja, sem nenhum problema no caminho. A mercadoria saiu para entrega e foi entregue normalmente, na primeira tentativa);
  • Percentual de fretes sem divergência entre o valor combinado e o valor final.

Enfim, esses critérios são variáveis e devem ser definidos considerando o segmento e o tipo de produto da sua empresa. 

Os indicadores precisam ser de fácil entendimento e relevantes para o seu negócio. Também é importante que eles sejam baseados em dados verdadeiros e precisos.

Acompanhar os números de todos os transportadores não é tarefa fácil. São centenas de documentos por mês, centenas de ocorrências, muitas cobranças divergentes…

Então, o primeiro passo é ter o registro de todos esses dados em algum lugar como uma planilha ou um sistema. O risco de usar planilhas é que você (ou alguém da sua equipe) vai desperdiçar um tempão preenchendo as informações manualmente. Além disso, podem haver erros de digitação ou de cálculo, como em qualquer trabalho manual e repetitivo. 

Por isso, se você não tem tempo sobrando e não quer colocar em risco a sua análise, a melhor opção é usar um sistema de gestão logística para registrar de forma automática todas as informações que você vai precisar para ter indicadores confiáveis.

Com esses dados em mãos, é necessário transformar essas informações em relatórios e gráficos, para que aí sim você consiga fazer a análise.

Existem sistemas TMS, como o Active OnSupply que colhem e organizam todas as informações das suas entregas e você consegue facilmente e em uma única tela visualizar o nível de serviço de cada um dos seus fornecedores.

Assim, você simplifica a sua análise, economiza tempo e ainda tem a segurança de ter sempre os números corretos e exatos.

Se você quer simplificar a análise do nível de serviço, conheça o Active OnSupply

Conta pra mim aqui nos comentários o que você achou deste conteúdo e compartilhe com um amigo logístico, vai ser útil pra ele também. 

Muito obrigada e até a próxima!

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!