Escolha uma Página

Em vez de ler, que tal assistir ao vídeo?

Se você quer ter sempre a segurança de que as cobranças dos transportadores estão corretas, conheça o Active OnSupply →

 

Quer ter sempre a segurança de que está pagando os valores corretos de frete, sem erros e sem duplicidade? Então você precisa saber o que é e como usar a pré-fatura.

A pré-fatura é uma autorização de faturamento passada para o transportador. Após fazer a conferência dos CT-es enviados pela transportadora, você pode gerar a pré-fatura com a listagem dos documentos conferidos e que já foram liberados para cobrança. O transportador usa a pré-fatura como base para realizar a cobrança da prestação de serviço.

Hoje, você vai ver porque você deveria usar a pré-fatura aí na sua logística e qual é a forma mais fácil de utilizá-la na prática.

 

Por que usar a Pré-fatura?

Fazer o pré-faturamento não é um processo obrigatório, mas se você quer evitar erros de pagamento, com certeza vale muito a pena aderir na operação.

Se você é gestor de logística ou supply chain com certeza já teve problemas com cobranças indevidas e erros de pagamento, não é verdade? 

Fazendo o pré-faturamento, como os valores são conferidos antes mesmo de o transportador faturar, você tem a segurança de que os valores estão corretos, sem erros e sem duplicidades.

Em contrapartida, o transportador vai receber os pagamentos sempre em dia. Já que você tem a garantia de que os valores estão corretos, consequentemente os pagamentos são realizados dentro do prazo. Todo mundo ganha!

 

Como fazer o pré-faturamento na logística? 

Tenho certeza que você é muito esperto e já percebeu que fazer o pré-faturamento vai simplificar muito o dia a dia aí na sua logística e ainda vai reduzir custos, já que vai acabar com as cobranças indevidas. Então, como fazer o pré-faturamento? 

Há duas formas de fazer o pré-faturamento. Algumas empresas enviam uma planilha para a transportadora contendo todos os CT-e para que a transportadora emita o boleto com base nessa planilha. Essa é uma forma bem mais demorada, pois você, ou alguém da sua equipe, vai digitar todos os CT-es na planilha e depois enviar por e-mail para cada uma das transportadoras que prestam serviço para a sua empresa. É uma tarefa bem manual e demorada.

A outra forma, que é infinitamente mais fácil e mais rápida, é pedir uma ajudinha para a tecnologia usando um sistema TMS (Sistema de Gerenciamento de Transporte e Logística).

Um sistema moderno, como o TMS Active OnSupply, utiliza o EDI (Troca Eletrônica de Dados) para automatizar a troca de informações com a transportadora. 

Após fazer a conferência dos CT-es automaticamente pelo sistema, você gera o PREFAT, que é o arquivo EDI de pré-fatura, com a listagem dos documentos conferidos e que já foram liberados para cobrança. 

Enviando o arquivo PREFAT automaticamente, a comunicação com a transportadora se torna muito mais rápida e eficiente do que ficar enviando vários e-mails com planilha em anexo, concorda?

Fazer esse processo automaticamente enviando o EDI pelo Active OnSupply já traz um ganho de performance significativo: pois você não precisa digitar esses dados manualmente, evitando erros humanos e tornando mais rápida a comunicação com o transportador. 

Veja nesse vídeo como é simples e rápido gerar as pré-faturas usando o TMS Active OnSupply:


Se você quer simplificar o seu trabalho e ter realmente a segurança de que as cobranças dos transportadores estão corretas, conheça o Active OnSupply

Conta pra mim aqui nos comentários como você pretende aplicar essas dicas aí na sua logística e depois me diz se deu certo. Se gostou dessas dicas, compartilhe com outros logísticos, vai ser muito útil pra eles também.

Muito obrigada e até a próxima!

 

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!